Rodolfo Vieira: A Máquina de Passar – Parte 1

Tempo de leitura: 7 minutos

Esse post é a tradução de uma análise de Dezembro de 2011do jogo de Rodolfo Vieira. O post original é do The Jiu-Jitsu Laboratory.

Mesmo o post sendo antigo, as técnicas contidas nele são atemporais. Confira abaixo a tradução:

The Jiu-Jitsu Laboratory Rodolfo Vieira Instructional
Rodolfo Vieira – A Maquina de Passar

Rodolfo Vieira: O Desenvolvimento de um Campeão

Após a impressionante campanha de Rodolfo Vieira em 2011, ele é amplamente reconhecido como um dos melhores jiujiteiro no pano.

Ele é visto atrás apenas de Roger Gracie, contra quem nós não tivemos a oportunidade de vê-lo competir contra.

A chave para o domínio de Rodolfo é sua habilidade de passar algumas das melhores guardas do mundo.

Apesar de ter ganhado títulos em todas as faixas, Rodolfo não conseguiu fama internacional até 2009, ano em quem ganhou a qualificatória para o Abu Dhabi World Pro no Brasil e depois veio a derrotar vários faixas-pretas conhecidos para ganhar o título do World Pro enquanto ainda era um faixa-marrom.

De acordo com essa entrevista para a GracieMag, Rodolfo Vieira era um garotinho gordo de Campo Grande quando começou a treinar.

O ano era 2003 e Rodolfo queria perder peso. Sua jornada no Jiu-Jitsu logo o levou até o Méier, no Rio, onde o jovem Rodolfo começou a treinar sobre a tutela do Mestre Julio Cesar Pereira da Universidade Gama Filho, agora GF Team.

Rodolfo Ganhou o Brasileiro na azul e na roxa em 2007 e 2008. Sua jornada foi rápida, mas ele não deu aos críticos tempo para reclamar, ganhando o Absoluto no Mundial no mesmo ano que foi promovido à Faixa-Marrom.

Tudo isso era apenas um aperitivo para o seu ano de ruptura, que foi 2009.

Sua performance em Abu Dhabi renderam a Rodolfo não só o apelido de “Caçador de Faixas-Pretas” como também a sua própria Faixa-Preta das mãos de Julio Cesar em sua chegada ao aeroporto no Rio de Janeiro.

Na Faixa-Preta, Rodolfo ganhou o Pan, o World Pro e o Mundial, todos no Peso e no Absoluto.

Rodolfo Vieira: O Mestre da Passagem de Guarda

Esses feitos fizeram do garoto humilde de Campo Grande uma super estrela no mundo do Jiu-Jitsu.

Oque chamou mais a atenção de todos, além de seu comportamento modesto e seu enorme porte físico, foram suas habilidades de outro mundo na Passagem de Guarda.

A passagem de Rodolfo não é nada diferente do que nós já não aprendemos. Não há segredos ou mágica envolvidos – apenas uma pressão inacreditável, um ótimo timing e combinações de técnicas desenvolvidas durante horas de repetição.

Se há um fator responsável por Rodolfo Vieira conseguir passar algumas das melhores guardas do mundo é sua habilidade de dar poucas opções ao adversário, oque faz com que ele antecipe perfeitamente o próximo movimento e implemente sua afiada combinação de passagens.

Ao examinarmos a carreira de Rodolfo Vieira, nós podemos aprender a desenvolver nossa Passagem de Guarda.

Não há garantia de que isso irá lhe tornar um “Caçador de Faixas-Preta”, mas te dará um guia para emular um dos maiores passadores da história.

Passagens de Guarda Que Você Precisa Conhecer

Para tirar o maior proveito ao estudar o jogo do Rodolfo Vieira, você precisa conhecer algumas passagens de guarda chave.

Rodolfo Vieira costuma usar passagens em pé ao passar a Guarda Aberta. A maioria dessas passagens começa com uma perna entre as pernas do seu adversário e uma pegada na lapela e uma na calça.

Passagem Toreando

Existem muitas variações da Passagem Toreando. A que a maioria de nós aprende na faixa-branca é fazendo pegada em ambas as calças e jogar as pernas para o lado, como se estivéssemos tentando enganar um touro.

Acima, André Galvão ensina uma variação da Passagem Toreando que é similar a que Rodolfo Vieira usa.

Galvão enfatiza em bloquear os quadris e fazer a pegada nas calças, permitindo que você redirecione a perna do adversário ao mesmo tempo que previne que eles se puxem para baixo de você.

Rodolfo Vieira costuma fazer a pegada na boca da calça ao invés da pegada perto do joelho.

Passagem com Passada para Trás

Demonstrada pelo próprio Rodolfo Vieira, essa passagem é usada quando o adversário faz guarda sentando ou tenta um single leg.

Rodolfo rotaciona a perna presa sobre a do adversário e, com uma pegada na parte de trás do kimono, ele consegue dar uma passada para trás e por cima das pernas do adversário para passar a guarda.

A chave para o movimento de pernas dessa passagem é a habilidade de pivotar sua perna como um limpador de para-brisas.

De acordo com Rodolfo Vieira, esse movimento deve ser feito antes que o adversário consiga estabilizar um posição, então timing é essencial.

Passagem X

A Passagem X é normalmente associada a Saulo Ribeiro e é uma excelente passagem quando seu adversário não está fazendo pegada na perna que está no meio das pernas dele.

Para realizar essa passagem, tire sua perna e empurre a do seu adversário com sua pegada na calça, redirecionando a perna dele para longe de você, permitindo que você estabilize no joelho na barriga ou no 100 quilos.

Passagem Pulando

A passagem pulando é uma passagem de Guarda Aberta de muita pressão que age de forma parecida com a da Passagem Toreando e da Passagem X no sentido de que você está se movendo ao redor do seu adversáio enquanto estica as pernas dele.

Demonstrada no vídeo acima, essa passagem usa a pressão do ombro ao invés da pegada na lapela para controlar o corpo do adversário.

A pegada na calça redireciona as pernas do seu adversário, permitindo que você pule por cima da guarda e caia no 100 quilos.

Diferente do vídeo, Rodolfo Vieira tende a fazer a pegada entre as pernas do adversário, esgrimando a perna mais distante.

Passagem Escorregando o Joelho

Essa é uma das minha passagens de guarda favoritas e é uma posição que Rodolfo Vieira usa como intermediária entre as outras dessa lista.

Duas formas que o adversário encontra para evitar essa passagem são: – colocar o joelho no seu quadril para te estender ou fazer um laço com a perna no esu braço.

Assista a luta de Rodolfo Vieria vs Rubens “Cobrinha” Charles para ver como ele lida com essas defesas.

Leg Drag

No vídeo acima, o professor de Rodolfo Vieira, Julio Cesar Pereira, demonstra sua versão da Passagem Leg Drag.

Veja que o método de Pereira enfatiza mover o seu corpo ao redor de seu adversário, terminando com o joelho nas costas do oponente.

Essa é a posição que Rodolfo usa na maioria das vezes que ele pega as costas na Passagem de Guarda.

Passagem de Meia Guarda Kesa Gatame Reverso

Novamente demostrada pelo Mestre Julio Cesar Pereira, a passagem de Kesa Gatame Reverso é uma das principais passagens de Meia Guarda de Rodolfo Vieira.

Com o quadril no tatame, Pereira demonstra como ele estica o gancho de cima de seu adversário para liberar a perna que estava presa.

Agora que estamos familiarizados com as técnicas de Passagem de Guarda usadas por Rodolfo Vieira, nós podemos começar a examinar como ele as usou em usas lutas mais famosas (até 2011).

Fique ligado pois na parte 2 iremos fazer o passo-a-passo de Rodolfo Vieira passando as melhores guardas do mundo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *